PF diz que Battisti foi preso em ‘táxi boliviano’

A Polícia Federal informa que Cesare Battisti foi encaminhado à delegacia da PF em Corumbá (MS), onde presta esclarecimentos sobre o crime de evasão de divisas.

Em nota, a PF diz que foi informada por policiais rodoviários federais sobre a abordagem de um veículo particular com Battisti e outros dois passageiros, portando grande quantidade de dinheiro – O Antagonista revelou que foram 2 mil euros e 5 mil dólares.

O terrorista italiano foi monitorado até a fronteira e detido assim que tentou cruzar para a Bolívia num táxi.

Leiam a nota:

“Na tarde de hoje, policiais rodoviários federais abordaram um veículo particular onde se encontrava o estrangeiro. Durante a abordagem foi identificado que Cesare Batisti, juntamente com 2 outros passageiros, portavam uma quantia significativa em moeda estrangeira.

Por se tratar de região de fronteira, os policiais rodoviários federais comunicaram a Polícia Federal, que realizou o acompanhamento do referido veículo até a divisa entre os dois países. O estrangeiro foi detido no momento em que tentava sair do Brasil em um taxi boliviano.

O crime de evasão de divisas se configura quando uma pessoa envia valores para o exterior sem a devida declaração a autoridade competente.”

32 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Evasão de divisas? Que nada, é armação. Batisti cometeu propositalmente crime de menor potencial ofensivo, forjado portanto, para fugir da extradição para a Itália onde está condenado por 4 assassinatos e várias tentativas. A polícia brasileira é tonta demais.

  2. Que falta de imaginação ou burrice? Tem fronteira seca que basta atravessar a rua para comprar um refrigerante, não tem controle nenhum. Mandem logo esse traste embora. Já temos bandidos demais.

    1. Quanta idiotice!!! A PF faz o controle da fronteira e se encontra um infrator, prende e encaminha à Receita. Entendeu, burralda??? Levou zero hoje!!!

    2. mas, Professor,
      essa tal de Regina deve estar com fome;
      perdeu o sanduba de jabá e a meia caneca de garapa de pitomba.
      tenha dó da coitada, Professor.

    3. A quem interessar possa:
      O que acontece se o viajante não conseguir fazer o preenchimento da e-DBV eletronicamente? Se por algum motivo o viajante não conseguir preencher o documento de forma eletrônica, ele deverá procurar as unidades da Receita Federal do Brasil pois elas deverão manter formulários impressos de Declaração de Bens de Viajantes (versão em português, espanhol, inglês e francês). Neste caso, a declaração efetuada em formulário impresso, bem como seu ateste de verificação serão inseridos no sistema, pela autoridade aduaneira, em até 24 horas do restabelecimento das condições técnicas impeditivas.

      Há alguma punição para o viajante que portar montante superior a R$ 10.000,00 (dez mil reais) ou equivalente em moeda estrangeira e não apresentar a e-DBV? Sim, caso este viajante seja fiscalizado pelos agentes da RFB (antes ou depois de uma viagem internacional), a não apresentação da e-DBV pode acarretar a retenção ou, até mesmo, a perda dos valores que excederem o limite de R$ 10.000,00, assim como a aplicação de sanções penais previstas na legislação brasileira (Lei nº 9.629, de 29 de junho de 1995; Decreto nº 6.759, de 2009, arts, 700 e 777 a 780).

  3. “a PF diz que foi informada por policiais rodoviários federais sobre a abordagem de um veículo particular com Battisti e outros dois passageiros, portando grande quantidade de dinheiro, 2 mil euros e 5 mil dólares.”
    .
    .
    .
    .
    .
    Quanto deve ganhar um policial rodoviário, R$ 1.000,00 mensais? Só um morto de fome descreveria essa merreca como “grande quantidade de dinheiro”.

    1. deixe de ser tendencioso, oh anonimado!
      o sujeito É UM BANDIDO,
      cochado pelo MAIOR LADRÃO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE,
      anda com valores CERTAMENTE ROUBADOS,
      e vem quem o queira cochar mais ainda!
      é deportar, LOGO, fazendo antes uma peotomia nele !

    1. Fiquei um mês na Europa e levei 1.000 euros. Quem leva para a Bolivia 2.000 euros e 5.000 dólares para passar 5 dias é uma quantdade gigantesca de dinheiro.

    2. Ficou um mês na Europa com 1.000 euros. Como bom brasileiro, deve ter ficado na aba de alguém, sugando. Ou ficou em albergue coletivo, comendo só pão todos os dias.

    1. o limite para sair sem declaração em aeroportos é R$ 10.000 – me parece que quando a saída é terrestre o limite é menor.

  4. Pelo jeito a PF ja tava de olho no terrorista.Quem he brasileiro,patriota mesmo nao entra nesse esquema da petralhada traidora,dar asilo para esse assassino q ficou na boa-vida aqui varios anos.Estragaram a relacao do Brasil coma Italia,um pais q sempre foi nosso amigo,o Brasil lutou la na segunda-guerra,temos milhoes de descendentes italiano,eles dao cidadania a brasileiros com ate a terceira geracao de sangue italiano coisa q nenhum pais faz…o estrago q esse lula e dilma fizeram ao Brasil nao foi so na economia.

    1. É isso mesmo!
      Foi o perverso do Tasso Genro que acolheu este terrorista em berço esplêndido.
      Brasileiro ladrão gosta de ter passaporte italiano por que, como dizia a falecida, pode ser útil para alguma coisa, né?
      Hoje os italianos encheram dos brasileiros que tem passaporte italiano só para ter direitos que a união europeia não nos concede.