PF entrega relatório final do inquérito dos portos

A PF acabou de entregar a Luís Roberto Barroso o relatório final do inquérito dos portos, que investiga Michel Temer, aliados dele e empresas do setor portuário, informa o G1.

Além do presidente, são investigados Ricardo Mesquita e Antônio Celso Grecco, da Rodrimar, e Rodrigo Rocha Loures, o homem da mala.

A investigação busca apurar se Temer editou o Decreto dos Portos para beneficiar empresas específicas que atuam em Santos, em troca de propina.

Barroso deve encaminhar o inquérito para a Procuradoria Geral da República se manifestar. O prazo para que a PGR se pronuncie é de até 15 dias.

O Brasil virou à direita. Entenda por quê AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 25 comentários
    1. Também questionei, muito estranho viu? Pra mim escaparam a notícia sem querer querendo. Fecharam os comentários depois de 4 posts. Muito estranho!!

    1. Realmente muito estranho. Tudo indica que o Antagonista foi censurado. Mais preocupante ainda. O fato eh que com tantos ladroes no poder nao se pode confiar em mais ninguem.

    2. 3) E J.Dirceu prometeu: tomar o poder não depende de ter voto! Portanto, grave zuzpeita recai zobre ele e sobre quem o soltou. Não é o caso de prisão preventiva de ambos. E aí, PF e FFAA????

    3. 2) E se TSE (e STF) relatou tal medo, cai em contradição com sua insistente negação da possibilidade de fraude. ESTRANHO.

    4. 1)No problem: comentemos aqui. Já somos 9 reclamantes. Começo: se o TSE tá com medo da fraude aloprada é porque lá dentro tem PETISTA c/ acesso a meios de fraudar. TSE é cúmplice, coautor?

    1. Mais conspiracionista do q atentar a possibilidade d 1 fraude reversa é difícil. Mas a nossa Justiça Eleitoral nem precisava ir tão longe, já virou piada.

  1. Não vai dar em nada! O Barroso por pura picuinha com o Temer por causa do impeachment estendeu o prazo do processo por várias vezes. Se fosse pra dar alguma coisa, já teria acontecido.