PF FAZ DEVASSA EM PATRIMÔNIO DE SUASSUNA

A Polícia Federal está fazendo uma devassa nas contas de Jonas Suassuna, o benfeitor da família Lula da Silva. O objetivo é saber se o empresário usou suas empresas para repassar propina e se atuou como laranja em imóveis.

Nas buscas feitas em março em sua residência e na sede do grupo Gol, a PF apreendeu mídias e celulares, além de uma planilha de despesas diárias, lista de clientes e emails.

Os investigadores também coletaram contratos de compra e venda de imóveis e duas caixas com documentos contábeis da construção da mansão na Ilha dos Macacos, em Angra, em 2012.

As caixas estavam identificadas como “Imobiliária Gol – obra Ilha dos Macacos”, levando a crer que o imóvel foi registrado em nome de uma das empresas de Suassuna.

A Imobiliária Gol, segundo contrato social apreendido pela PF, tem valor de R$ 8,7 milhões. Além de Suassuna, são sócios seus filhos Caio e Bianca.

Eles aparecem ainda nos contratos sociais da Goal Discos (R$ 720 mil), Editora Gol “R$ 1 milhão”, Gol Mídia (R$ 1,35 milhão) e Gol Mobile “R$ 6,2 milhões).