PF implode braço financeiro do PCC que teria movimentado R$ 30 bilhões

PF implode braço financeiro do PCC que teria movimentado R$ 30 bilhões

A Polícia Federal deflagrou hoje a Operação Rei do Crime para implodir um braço financeiro do PCC.

A Justiça decretou o bloqueio de mais de R$ 730 milhões dos investigados e interditou mais de 70 empresas usadas para lavar dinheiro do tráfico.

O Coaf identificou, segundo a PF, movimentações atípicas do grupo na ordem de R$ 30 bilhões.

Agentes cumprem, desde o início da manhã, além de mandados de busca e apreensão e de prisões, ordens de sequestro de 32 automóveis, 9 motocicletas, 2 helicópteros, 1 iate, 3 motos aquáticas, 58 caminhões e 42 reboque e semirreboque.

Entre os alvos, estão empresários do setor de combustíveis e uma pessoa que foi condenada no assalto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005.

Leia mais: O "Anjo" usou um jet-ski para entrar pelos fundos do Palácio da Alvorada para se encontrar secretamente com Bolsonaro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 36 comentários
TOPO