PF indicia delator do caixa 2 de petista e tucano

A Polícia Federal indiciou o contador Roberto Trombeta por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Trombeta é apontado por Ricardo Pessoa como o responsável por lavar dinheiro da UTC no caixa dois das campanhas do petista Aloizio Mercadante e do tucano Aloysio Nunes em 2010.

Trombeta foi indiciado com seus sócios Rodrigo Morales e Mariana de Paula. Segundo o Estadão, eles foram acusados de “produzir documentos falsos para dissimular a origem, movimentação e localização de recursos decorrentes de crimes”.

O indiciamento é ato formal, pois Trombeta firmou um acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato. Seus relatos levaram à abertura de outros cinco inquéritos.