PF indicia Kassab por corrupção

PF indicia Kassab por corrupção
Foto: Governo do Estado de São Paulo

A Polícia Federal indiciou hoje Gilberto Kassab por corrupção, lavagem de dinheiro, associação criminosa e caixa 2 eleitoral no âmbito de investigação originada na Lava Jato, a partir da delação premiada de executivos da JBS.

Em depoimentos, Wesley Batista disse que Kassab recebeu mesada de R$ 350 mil da JBS entre 2010 e 2016, totalizando R$ 30 milhões, “em troca de eventual influência política futura em demandas de interesse da JBS”.

Já o executivo Ricardo Saud disse que a empresa repassou outros R$ 28 milhões ao PSD para que o partido apoiasse o PT.

Em 2019, a PF conseguiu rastrear pagamentos de R$ 23,1 milhões da JBS a duas empresas de Kassab, a partir de relatórios do Coaf. O ex-ministro disse que as empresas prestaram os serviços contratados.

Leia mais: Crusoé revela documentos de leniência que a holding JBS omitiu da Justiça. Há ainda novos detalhes de repasses feitos a ministros do atual governo e ao Instituto Lula.
Mais notícias
TOPO