PF indicia petista Chinaglia por corrupção e lavagem de dinheiro

PF indicia petista Chinaglia por corrupção e lavagem de dinheiro
O deputado Arlindo Chinaglia participa da abertura do 9º Encontro Nacional da Indústria (ENAI) com a participação de mais de 1.800 líderes empresariais. Deputado Arlino Chinaglia

A Polícia Federal indiciou o deputado petista Arlindo Chinaglia por corrupção e lavagem de dinheiro pelo suposto recebimento de R$ 8,7 milhões em propinas da Odebrecht entre 2008 e 2014, diz a Crusoé.

Segundo delatores, o dinheiro era parte de uma propina prometida ao parlamentar para viabilizar a contratação da empreiteira para obras nas hidrelétricas de Santo Antônio, em Rondônia, iniciada no governo Lula e inaugurada por Dilma Rousseff.

Em relatório enviado ao STF, a PF afirma que Chinaglia recebeu parte dos 36 pagamentos feitos pela Odebrecht por meio de intermediários em um quarto de hotel na região central de São Paulo, em 2014.

Um dos portadores é um dirigente do PT que teria recebido R$ 500 mil no dia 18 de setembro de 2014 no hotel Braston.

Com o levantamento de registros de hóspedes do hotel, os investigadores constataram que o dirigente do PT ficou hospedado no quarto 908 na mesma data da entrega de R$ 500 mil reais da Odebrecht endereçada a Chinaglia.

Leia AQUI a reportagem de Fabio Leite.

Leia mais: EXCLUSIVO: A APURAÇÃO SOBRE A LIGAÇÃO DO MINISTRO DIAS TOFFOLI COM AS EMPREITEIRAS
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO