PF investiga se gráfica suspeita pagou dívida de Fernando Bezerra

PF investiga se gráfica suspeita pagou dívida de Fernando Bezerra
A comissão mista que analisa a Medida Provisória 870/19 realiza reunião para votação do relatório do senador Fernando Bezerra Coelho sobre o assunto.

Em depoimento à PF, Bruno Cristiano Gusmão, representante comercial de uma gráfica em Pernambuco, reforça a ligação entre o senador Fernando Bezerra Coelho, líder do governo Jair Bolsonaro no Senado, e Sebastião Figueroa, conhecido dono de gráficas no estado, diz a Crusoé.

De acordo com Gusmão, Figueroa e Bezerra participaram de uma conversa em que se discutiu uma maneira de pagar R$ 500 mil em dívidas de campanha do líder do governo e de seu filho, Fernando Coelho Filho, em 2014.

Segundo o representante comercial, ficou acertado ao final da conversa que Figueroa iria quitar a dívida por meio de sua empresa Unipauta.

Como mostrou a Crusoé, as gráficas de Figueroa são suspeitas de fraudar licitações do governo pernambucano por mais de uma década.

Os valores dos contratos sob suspeita somam ao menos R$ 132 milhões.

Leia aqui a reportagem de Fabio Serapião.

Leia mais: Dias Toffoli: um retrato da pior presidência da história do Supremo Tribunal Federal
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO