PF levou três meses para deflagrar Operação Pausare

A decisão do juiz Vallisney de Oliveira no âmbito da investigação sobre investimentos irregulares do Postalis é de 6 de novembro de 2017.

Ou seja, levou quase três meses para ser cumprida pela Polícia Federal. Talvez por isso o nome ‘Pausare’.

Colapso na Venezuela... E o PT ainda apoia Maduro. Confira agora

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 6 comentários
  1. PT continua utilizando tática poderosa de peopagandística!
    Calculam tuudo! A direita é q é burra. Não tem “as manhas” da esquerdalha do PT! PT entende tuuudo de “Guerrilha Publicitária”. Tudo de caso pensado. Calculado. O domínio poderoso do âmbito da linguagem. O vigarista do PT nunca foi naïve.
 Mas por sorte (SOR-TE mesmo! Não estratégia. Foi quase por acaso!): tivemos essa luz e sorte de aparecer, do nada!, de repente, o brilhante juiz Dr. RICARDO LEITE. Aí lula não pôde ir ao evento africano, frustando tática propagandística de q iriam usar pra enorme publicidade! Filma. Escreve. Grava. Pra via língua e publicidade anular o q já se esforçou via Justiça, Moro etc., de tudo q se fez em meses e meses. Essa de ele ir como autoridade q vai falar sobre corrupção era técnica de marketing!

  2. Pra mim, o nome PAUSARE é interromper a Lava Jato! Onde está a coletiva da PF para explicar essa operação, como ocorre em Curitiba? Foi alguém preso? Qual o objetivo da operação? Por que o nome PAUSARE?

  3. E Segóvia foi indicado dois dias depois, por Temer. Isso não é mera coincidência. Outro fato que me lembrei: Segóvia estava à frente da operação Boi Barrica, que envolvia fortemente o filho de Sarney. E que, não deu em nada. O filho de Sarney é ministro de Temer. Não são coincidências!!!!