Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PF mira empresas de fachada contratadas por prefeitura de Petrolina

PF mira empresas de fachada contratadas por prefeitura de Petrolina
Divulgação

A Operação Contrassenso, deflagrada hoje pela Polícia Federal para investigar suposto esquema de corrupção na Prefeitura de Petrolina, comandada por Miguel Coelho, filho do líder do governo Fernando Bezerra Coelho, tem na mira empresas de fachada contratadas sem licitação.

As investigações estão baseadas em auditorias da Controladoria-Geral da União, que apontou indícios de que essas empresas foram criadas em nome de terceiros.

“As apurações também indicaram pagamento de possível propina por meio de transferências bancárias em favor de terceiros, além de demonstrar frequente contato entre servidores públicos e os líderes do grupo econômico investigado, principalmente em atos referentes ao pagamento da prefeitura às empresas do grupo”, diz o Ministério Público Federal.

O órgão fiscalizou contratos de R$ 20 milhões, firmados entre 2015 e 2020, pela Secretaria de Educação para compra de kit escolar com recursos do Fundeb. Miguel Coelho não está entre os alvos, apenas assessores suspeitos de receberem propina.

Foram cumpridos 33 mandados de busca e apreensão em Petrolina, Recife e Minas.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO