PF monitorou entrega de propina a ex-deputado nomeado por Bolsonaro

PF monitorou entrega de propina a ex-deputado nomeado por Bolsonaro
Foto: Reprodução, Facebook

A Polícia Federal monitorou durante a investigação da Operação Poço sem Fundo a entrega de R$ 35 mil em propina para o ex-deputado Benjamin Maranhão, relata Fabio Serapião na Crusoé.

O ex-parlamentar do MDB foi nomeado, em abril de 2019, para o cargo de diretor-executivo da Anater (Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural) por Jair Bolsonaro, mas acabou exonerado em 28 de maio deste ano para concorrer às eleições municipais.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: A verdadeira sabatina de Kassio Marques.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários
TOPO