PF na mira

Se Jair Bolsonaro insistir em indicar seus escolhidos para postos-chave da PF, o diretor-geral Maurício Valeixo está disposto a entregar o cargo – no que seria seguido por uma série de outros colegas que ocupam posições de comando, diz a Crusoé.

Valeixo repete que a PF se fortaleceu institucionalmente nos últimos anos, especialmente com a Lava Jato, e não pode correr o risco de voltar a se dobrar às vontades dos poderosos de plantão.”

Leia a reportagem completa aqui.

Comentários

  • HAROLDO -

    O JB continua manobrando contra MORO para proteger o filhote. MORO, herói brasileiro, q sacrificou sua brilhante carreira em prol do Brasil, jamais será abandonado pelos brasileiros decentes.

  • Edelson -

    SE O OCIOSO DO PLANALTO INSISTIR NESSA SANDICE, DEFENDO A RENÚNCIA DR TODA CÚPULA DA POLÍCIA FEDERAL.

  • Vanderlei -

    só poeira, cão que late não morde, na Rec.federal.foi igual se tirar todos saímos, só o babaca do jornal acreditou e o ex. da receita, como outros de outros setores, tudos farofeiros, perder o sa

Ler 110 comentários