PF no escritório de Roberto Bertholdo

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão no escritório do advogado Roberto Bertholdo em Brasília. A OAB acompanha as diligências.

O advogado trabalha para o Instituto de Atenção Básica e Avançada em Saúde (Iabas), responsável por hospitais de campanha no Rio.

Segundo investigações do Ministério Público do Rio, Bertholdo atuou para a assinatura de contratos de emergência entre o Iabas e o governo do Rio de Janeiro em que foram encontrados indícios de irregularidades.

As relações entre Bertholdo e o Iabas foram reveladas por O Antagonista em maio. Segundo nossa reportagem, o advogado intermediou contratos emergenciais com o governo Witzel para construir e administrar 1,4 mil leitos de hospitais de campanha, num total de R$ 835 milhões.

Hoje, o ministro Benedito Gonçalves, do STJ, afastou Witel do cargo por 180 dias e mandou prender empresários envolvidos com o esquema.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 7 comentários
TOPO