Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PF pede que STF prorrogue investigação sobre suposta prevaricação de Bolsonaro

Em julho, a ministra Rosa Weber atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República e determinou a abertura de inquérito
PF pede que STF prorrogue investigação sobre suposta prevaricação de Bolsonaro
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal mais 45 dias para concluir as investigações do inquérito que apura se o presidente Jair Bolsonaro cometeu o crime de prevaricação no caso da vacina Covaxin.

Em julho, a ministra Rosa Weber atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República e determinou a abertura de inquérito para investigar Bolsonaro.

A ministra determinou a instauração de inquérito para investigação das denúncias apresentadas à CPI da Covid, que indicam que Bolsonaro não tomou providências diante de suspeitas de ilegalidades na compra de um lote de 20 milhões de doses da vacina indiana Covaxin.

Prevaricação é quando um funcionário público é informado de uma irregularidade, mas retarda sua ação ou deixa de atuar para que ela seja apurada e punida.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO