PF pede quebra de sigilo de Temer, Moreira e Padilha

A PF pediu ao STF a quebra do sigilo telefônico de Michel Temer e de seus ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, referente ao ano de 2014, informa O Globo.

O objetivo é aprofundar a investigação sobre o pagamento de R$ 10 milhões que teria sido feito pela Odebrecht e acertado em um jantar no Palácio do Jaburu, residência do então vice-presidente Temer.

Os investigadores buscam rastrear eventuais telefonemas feitos entre Temer, Moreira e Padilha em datas próximas das entregas de dinheiro em espécie relatadas pelos delatores da empreiteira.

Fontes no Supremo disseram ao jornal carioca que o pedido da PF, protocolado sob sigilo, chegou ao gabinete de Edson Fachin em março. Ele enviou o processo para que Raquel Dodge se manifestasse e recebeu os autos de volta há duas semanas.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 8 comentários
  1. Já está tudo visto.
    Apenas vamos fazer o protocolo, mas TUDO já está visto.
    Já quebraram, já espandogaram etc e agora protocola e pôe na internet
    Uma verdadeira transparencia.

  2. Nessas horas que a gente teria de crer firmemente na isenção da PGR… Vem à mente uns tantos filmes de cinema já vistos, onde alguém aproveita as informações do processo, e logo os implicados principais estão providenciando contramedidas antecipadas, como destruição de determinadas provas, ou transfiguração de determinados ativos, às vezes fazendo-os até mesmo sumir.