PF prende ex-deputado federal em Fortaleza

PF prende ex-deputado federal em Fortaleza
Fonte: Câmara dos Deputados

A Polícia Federal divulgou que prendeu em flagrante na manhã de hoje, em Fortaleza, um ex-deputado estadual e federal. O Antagonista apurou que se trata de Adail Carneiro, que já havia sido alvo da primeira fase da Operação KM livre.

As investigações indicam a participação de Carneiro em fraudes na locação de carros e motocicletas, com desvio de recursos públicos, fraudes em licitações e lavagem de dinheiro. Segundo a PF, ele seria o chefe da organização criminosa.

Na primeira fase da operação, em 2016, Carneiro já havia sido alvo. Na ocasião, a PF encontrou quase R$ 6 milhões em uma empresa ligada ao então parlamentar: a Locadora de Autos pertence à família dele. Os contratos fechados entre a Prefeitura de Fortaleza e a empresa em questão, entre 2013 e 2020, somam quase R$ 308 milhões, segundo o Tribunal de Contas do Ceará.

Hoje, como noticiamos mais cedo, agentes acharam quase R$ 2 milhões em espécie dentro de uma caixa de televisão em uma empresa também ligada a Carneiro — provavelmente a mesma, embora a PF não tenha confirmado.

A prisão em flagrante ocorreu durante o cumprimento de um dos 27 mandados de busca e apreensão autorizados pela Justiça. Endereços no Rio Grande do Norte e no Rio de Janeiro também receberam a visita da PF, que apreendeu ainda valores em euro e barras de ouro.

Carneiro já passou por vários partidos, incluindo PSD e PP. Em 2018, tentou, sem sucesso, se reeleger pelo Podemos. Ele também ocupou uma vaga na Assembleia Legislativa do Ceará. A carreira política começou no município de Russas, onde a PF também fez buscas e apreensões mais cedo.

Carneio já atuou como assessor especial do governador do Ceará, Camilo Santana (PT).

Foto: Divulgação/PF

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 27 comentários
TOPO