PF prende Wolverine

No país da piada pronta, um ex-tesoureiro da Caixa foi preso hoje pela Polícia Federal, acusado de roubar R$ 2,5 milhões do cofre de uma agência no Rio.

O acusado, que não teve seu nome divulgado, estava foragido em Balneário Camboriú. No dia seguinte ao crime, mudou sua foto nas redes sociais pela do personagem e inspirou o nome da operação da PF.

Agora o Wolverine brasileiro está sujeito a 18 anos de prisão, se condenado.

Faça o primeiro comentário