PF será auxiliar, dizem PGR e procurador-geral do Rio

A reunião de hoje entre Raquel Dodge e o procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem, definiu que a investigação do assassinato de Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes será chefiada pela Polícia Civil, como anunciou Raul Jungmann.

A PF, no entanto, auxiliará as investigações.

“É um caso que precisa do apoio de todas as forças investigatórias. Certamente a colaboração da Polícia Federal é importante nesse episódio (…). É preciso fazer a troca adequada de informações”, declarou Dodge.

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 13 comentários
  1. Conversa mole das boas maneiras à mesa… saindo à francesa. Polícia civil carioca do governador Pezão já deixou a entender pra bom entendedor, nas entrelinhas discursivas, que não precisa da ingerência policial federal nos assuntos internos da polícia do Rio.

  2. A morte de Marieli é uma espiral circular, foi morta provavelmente por pessoas ligadas ao trafico de drogas, que são apoiados pelas FARC, Foro de São Paulo, PSOL e acabou chegando nela…..

  3. Palhaçada da PGR e setores esquerdista da PF. Todos estão carecas de saber que a alçada para esse crime é da Polícia Civil, ponto. O resto é querer aparecer nessa hora de comoção. Bolsonaro tem razão em nada a declarar nessa hora de dor para as famílias.

  4. A quem interessa a execução de Marielle? Obviamente aos criminosos, que estão incomodados com a intervenção federal. E qualquer pessoa de bom senso percebe que esse crime absurdo só reforça a necessidade da intervenção. Só as esquerdas vão achar o contrário e tentar explorar politicamente o episódio, o que já está sendo feito por Freixo & Cia. E ainda vão atacar a polícia, esquecendo que a “polícia que mais mata” é também a que mais morre. Triste é saber que, se Marielle não tivesse sido assassinada, outros “negros, pobres e favelados” ANÔNIMOS, continuariam a ser mortos, como vinham sendo, sem reação alguma das autoridades e sob o silêncio cúmplice dos esquerdistas que agora fazem barulho, pois quem matou Marielle quer as forças interventoras fora do Rio, assim como quer o PSOL.

  5. A polícia do Rio precisa de um pouco de crédito, está muito desmoralizada, mas com esses políticos que estão na mira da lava jato, os fisiologistas ainda sendo eleitos é a mesma coisa que malhar em ferro frio.

  6. Se você é de esquerda deveria odiar o comunismo
    Se a esquerda realmente se preocupa com a igualdade, minorias, liberdades individuais e direitos humanos, não deveria lutar por mais poder do Estado, e sim por maior autonomia dos indivíduos.
    Hoje, mais do que nunca, a esquerda deve-se perguntar se quer perseguir o poder ou ajudar pessoas. No primeiro caso, que sejam comunistas. No último, afastar-se e parar de apoiar o comunismo é o único caminho.https://www.institutoliberal.org.br/blog/politica/se-voce-e-de-esquerda-deveria-odiar-o-comunismo/

  7. Está provado vivemos em um país de castas. Do coitado do motorista ninguém fala nada… e nem dos mais 60.000 assassinatos que ocorrem no país todos os anos.