Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PF teme “efeito Segovia” com escolha de Ramagem

A escolha de Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal gerou tensão na corporação.

Na avaliação de policiais ouvidos pela Crusoé, o problema não é Ramagem, mas a forma como ele vai chegar para assumir o cargo.

O delegado é respeitado entre seus colegas e é visto como capaz e “operacional”. O problema, dizem, é sua proximidade com a família Bolsonaro, principalmente com o filho 02 do presidente, Carlos Bolsonaro.

Os policiais citam a história protagonizada por Fernando Segovia, escolhido por Michel Temer quando o então presidente era investigado pela PF no inquérito dos portos.

Como Ramagem, Segovia assumiu sob a suspeita de qual seria o real interesse do presidente da República em mudar o chefe da PF. O delegado, vale lembrar, durou apenas 99 dias no cargo.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO