PF tenta encerrar polêmica: ‘Todos os brasileiros’ que quiserem poderão ter armas

No memorando enviado a delegados da Polícia Federal, obtido por O Antagonista, a orientação é de que “todos os brasileiros que tiverem interesse em adquirir armas de fogo de uso permitido” poderão tê-las.

O documento, assinado por Éder Rosa de Magalhães, chefe da Divisão Nacional de Controle de Armas de Fogo da PF, tenta encerrar a polêmica sobre o alcance do decreto que entrou em vigor nesta semana.

Após a apresentação de um quadro com dados da taxa de homicídios nos estados (veja abaixo), o delegado da PF pontuou que “todos os estados brasileiros apresentaram índices anuais de mais de dez homicídios por cem mil habitantes”.

“Como se depreende da coluna referente ao ano de 2016, a qual deverá ser considerada para a caracterização das áreas urbanas com elevados índices de violência, no ano em questão todos os estados brasileiros apresentaram índices anuais de mais de dez homicídios por cem mil habitantes.”

Em seguida, a conclusão é de que “estará presente a efetiva necessidade [da posse de armas] quando o interessado residir em área rural ou em área urbana com elevados índices de violência”, portanto:

“Será presumida a efetiva necessidade para todos os brasileiros que tiverem interesse em adquirir armas de fogo de uso permitido, bastando a simples apresentação de comprovante de residência.”

 

 

 

 

 

 

 

Leia também:

PF não vai fiscalizar se cidadão tem ‘local seguro’ para guardar armas

QUAL É O PAPEL DOS MILITARES NO NOVO GOVERNO? VOCÊ PRECISA ESTAR POR DENTRO DO QUE ESTÁ ACONTECENDO NO PAÍS LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 67 comentários
  1. Nesta merd@ de país, bandido que assassinar cidadão de bem terá proteção da Justiça e
    da esquerdalha. Cidadão de bem que matar bandido em legitima defesa se incomodará pelo resto da vida.

    1. Claro que não! O decreto não fala em mudar a tabela após um determinado período de tempo. Foi fixado o mapa de violência de 2016 justamente para contornar a burocracia.

    2. Claro que não! O decreto não fala para em atualizar a tabela, após um determinado tempo, para a de 2018. Fixaram o mapa de violência de 2016 justamente para contornar a burocracia.

  2. Essa tabela no fim do artigo é muito interessante. Apenas alguns poucos estados conseguiram efetivamente diminuir a taxa de mortalidade por armas de fogo e mesmo assim todos ainda são muito altos.

  3. No bilhete do Lula em resposta ao vi@do Jean, observei que a letra e o estilo são completamente diferentes de outros bilhetes atribuídos ao presidiário. Pesquise no Google Images e comprove.

  4. Os índices mostram: 1. estamos em guerra; 2. a proibição da posse e do porte de armas não reduziu a violência. Aliás, a potencializou. Com o decreto, esperamos que os mortos sejam os bandidos

  5. Esses arrogantes delegados da PF, que ganhando 40 mil/mês dos pagadores de impostos, não vão continuar a arrumar pretextos calhordas para não permitir que um brasileiro inseguro possa se autodefen

    1. Foi em 2018, petista calhorda. Em 2018! O estatuto do desarmamento não salvou essa vida, né calhorda? Petistas mentirosos estão sendo desmascarados, calhorda.

  6. Poder defender a própria vida – já que existe o direito a legítima defesa – com o meio mais eficaz é motivo suficiente. Basta capacitação e não ser doente mental. Todo o resto é perfumaria.

  7. 🇧🇷 O decreto das armas só mostrou a falta de palavra de bolsonaro, podia ter feito muito mais foi medroso falar é um fácil difícil é fazer. Se continuar nesse rumo vai perder apoio rápido.

    1. Pedro se faz de idiota, não é possível, ninguém pode ser tão obtuso. Quer dizer que alguém furtar uma arma corrobora a proibição de armas? É de cair o c* da b*nda.

    2. O decreto de 2019 não tratou disso, petista. Confundir porte, posse, armas legais e ilegais são “argumentos” de bandidos, petistas ou autoritários.

    3. Você é idiota, quem quer matar não precisa de arma de fogo. E mais, hoje ninguém morre por arma de fogo no Brasil, né?

  8. Na dita-dura, tão criticada pelas esquerdas, comprava-se armas mediante a apresentação do RG e Comprovante de Endereço. As FFAA eram respeitadas e temidas, com índices de criminalidade baixíssim

  9. Bastaria que o decreto cumprisse a lei, para a posse basta a declaração de “efetiva necessidade”, o proprietário entende que quer/necessita das armas. A pf não teria que avaliar justificativa al

  10. O bilhete do criminoso encarcerado para a bi.ba do c… solto é fake. Segue o verdadeiro: “Seu boio.la inútil não sabe que sou analfabeto de mãe se quer babar meu ovo mande uma 51.”

    1. Jumentinho sei que você não votou no criminoso encarcerado pois o TSE não liberou ainda o titulo para os equinos… não tem como identificar as ferraduras…

    2. Raps…, o REFERENDO não foi para a posse de armas, mas SIM, sobre ser a favor ou contra que o comércio de armas em todo o Brasil., leia mais, estude mais…assim evita de escrever asneiras.

    3. Jumentinho se você quiser ter um carro vai ter que pagar por ele, quer viajar para Paris tem que pagar ou você é do tipo que rouba o que quer…

    4. 🇧🇷 Irmão que a arma que vc pretende comprar com três mil? Com impostos e taxas uma pistola não sai por menos de sete mil. Sem contar a burocracia que vai exigir oito meses para ter sua arma e