ACESSE

PGR abre apuração preliminar sobre declarações de Heleno

Telegram

Augusto Aras comunicou ao STF que determinou a abertura de uma apuração preliminar sobre as declarações do general Augusto Heleno, ministro do GSI, em sua chamada “nota à nação brasileira” — na qual criticava a possível apreensão do celular de Jair Bolsonaro.

Na ocasião, Heleno classificou a eventual apreensão como “inconcebível” e disse que, se ela de fato ocorresse, haveria “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.

“Foi instaurada notícia de fato no âmbito da Procuradoria-Geral da República para averiguação preliminar dos fatos relatados. Caso surjam indícios mais robustos de possível prática de ilícitos pelo representado, será requerida a instauração de inquérito criminal no STF, para adoção das medidas cabíveis”, escreveu Aras na mensagem ao STF.

Leia mais: O que Moro pensa sobre o Brasil? Clique e saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 46 comentários