Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PGR abre apuração sobre suposta ameaça de Braga Netto às eleições

O ministro da Defesa teria mandado avisar Arthur Lira que, sem voto impresso, o pleito de 2022 não seria realizado; ele nega
PGR abre apuração sobre suposta ameaça de Braga Netto às eleições
Foto: Carolina Antunes/PR

O procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou a abertura de uma apuração preliminar para analisar uma suposta ameaça de Braga Netto às eleições de 2022.

Em julho, o Estadão noticiou que o ministro da Defesa teria mandado um recado por interlocutores ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que, sem voto impresso, o pleito não seria realizado.

Após a polêmica, Braga Netto negou ter feito qualquer ameaça às eleições e disse que as Forças Armadas são comprometidas com a manutenção da democracia. Na ocasião, ele também afirmou que a discussão sobre o voto impresso era “legítima”. Em agosto, a Câmara enterrou a PEC bolsonarista que tratava do tema.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO