PGR dá dez dias para que delatores da JBS expliquem pagamentos a Wassef

PGR dá dez dias para que delatores da JBS expliquem pagamentos a Wassef
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A PGR deu dez dias para que os delatores da JBS expliquem os pagamentos de R$ 9,8 milhões feitos pelo frigorífico de Joesley e Wesley Batista a Frederick Wassef, o advogado da família Bolsonaro, entre 2015 e 2020.

A cifra milionária, que consta de um relatório do Coaf, foi revelada pela Crusoé. O pedido da PGR foi feito pelo grupo de trabalho da Lava Jato, que conduz as tratativas para a eventual repactuação da delação dos irmãos Batista e de outros executivos do grupo.

LEIA AQUI a reportagem de Luiz Vassallo na Crusoé.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários
TOPO