PGR defende manutenção de ação contra tucano por Máfia da Merenda

O subprocurador-geral da República Paulo Gonet defendeu que seja mantida uma ação de improbidade contra o ex-presidente da Alesp Fernando Capez (PSDB) em razão da Máfia da Merenda, diz a Crusoé.

A Justiça Federal chegou a determinar o bloqueio de R$ 24 milhões do tucano.

“No entanto, decisões do ministro Gilmar Mendes e do Tribunal Regional Federal da 3ª Região suspenderam o andamento do processo.”

Leia a íntegra da nota aqui.

Leia mais: Crusoé revela o mecanismo no STF.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO