Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PGR defende quebra de sigilo fiscal de Wassef

O órgão se manifestou de forma favorável à medida cautelar determinada pela CPI da Covid, restringindo o acesso aos dados ao período da pandemia
PGR defende quebra de sigilo fiscal de Wassef
Foto: Reprodução/TV Globo

Em manifestação enviada ao ministro do STF Dias Toffoli, a PGR defendeu a quebra do sigilo fiscal de Frederick Wassef determinada pela CPI da Covid, diz a Crusoé.

“O órgão defendeu, porém, que a comissão tenha acesso somente aos dados do advogado do clã Bolsonaro referentes ao período compreendido entre 20 de março de 2020 e agosto deste ano, embora o requerimento aprovado pelo colegiado autorize a transferência das informações desde janeiro de 2016.”

“A PGR manifestou-se após Dias Toffoli suspender a quebra do sigilo de Wassef liminarmente até que o Supremo julgue o mérito do mandado de segurança do advogado. Na avaliação de Jacques, a quebra de sigilo deve ser restabelecida já que existe ‘pertinência temática entre as medidas decretadas e os fatos sob apuração’.”

Leia mai aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO