PGR denuncia deputado por funcionário fantasma

A PGR apresentou ao STF denúncia contra o deputado federal Adalberto Cavalcanti (Avante/PE) por empregar, durante nove meses, uma servidora fantasma em seu gabinete.

Com a maracutaia, foram desviados R$ 93 mil em salários. Raquel Dodge pediu a decretação da perda do mandato do parlamentar, acusado de peculato.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 5 comentários
  1. E foi só ele? Isto é corriqueiro. Um deputado com 25 assessores, senadores com 53, quem acredita que todos estão trabalhando? Ocorre o mesmo nas Assembléias e prefeituras. Haja cassação.