PGR denuncia deputado por funcionário fantasma

A PGR apresentou ao STF denúncia contra o deputado federal Adalberto Cavalcanti (Avante/PE) por empregar, durante nove meses, uma servidora fantasma em seu gabinete.

Com a maracutaia, foram desviados R$ 93 mil em salários. Raquel Dodge pediu a decretação da perda do mandato do parlamentar, acusado de peculato.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Tem que achar que o que está sendo feito pela PF é algo temporário, pois roubar em pleno tempo de lava jato é achar que a impunidade vai vencer. Que cara de pau.

Ler mais 6 comentários
  1. Tem que achar que o que está sendo feito pela PF é algo temporário, pois roubar em pleno tempo de lava jato é achar que a impunidade vai vencer. Que cara de pau.

  2. E foi só ele? Isto é corriqueiro. Um deputado com 25 assessores, senadores com 53, quem acredita que todos estão trabalhando? Ocorre o mesmo nas Assembléias e prefeituras. Haja cassação.

  3. KUA KUA KUA RAQUEL, NA CAMARA, AQUELE LIXÃO NACIONAL KUAKUAKUA
    MAIA BACON PRESIDENTO NÃO, TA CAGANO PRA ISSO OU PRA TUDO…
    ESQUECE PEGIERRE

Os comentários para essa notícia foram encerrados.