Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PGR diverge da PF e pede arquivamento de inquérito sobre Aécio

Raquel Dodge pediu o arquivamento de inquérito aberto no STF para investigar se Aécio Neves atuou, em 2005, para maquiar dados do Banco Rural entregues à CPI dos Correios, que investigou o mensalão.

A PGR não viu provas da acusação. Sua recomendação, lembra O Globo, vai em sentido contrário ao do relatório finalizado em maio pela PF, segundo o qual havia provas contra o senador tucano.

A investigação teve origem na delação de Delcídio do Amaral, que presidiu a CPI dos Correios entre 2005 e 2006.

Segundo Delcídio, a quebra dos sigilos do Rural comprometeria políticos tucanos, entre eles Aécio, então governador de Minas. Com isso, Aécio e seu vice, Clésio Andrade, teriam participado de uma articulação para maquiar os dados do banco.

Os envolvidos negam as acusações. Com a manifestação de Dodge, o mais provável é que o relator no STF, Gilmar Mendes, mande arquivar o caso.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO