PGR fecha acordo com 'homem da mala' de Renan

PGR fecha acordo com homem da mala de Renan
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A PGR assinou um acordo de não persecução penal com Durval Rodrigues da Costa, operador que relatou ter entregado, em 2014, malas de dinheiro com R$ 3,8 milhões destinados a Renan Calheiros, informa Aguirre Talento em O Globo.

É o segundo ANPP assinado por Augusto Aras —o primeiro havia sido com Onyx Lorenzoni. O caso envolve um inquérito contra Renan que tramita no STF, por um desdobramento da delação dos executivos da J&F, e resultou na Operação Alaska, deflagrada pela PF.

Pelo acordo, enviado para a homologação de Edson Fachin, Durval confessa ter cometido o crime de corrupção ativa e se compromete a prestar serviços à comunidade por um ano, um mês e dez dias, além de pagar prestação pecuniária no valor de R$ 40 mil.

Em depoimento, o operador relatou ter feito entregas de dinheiro em Maceió a pedido de Ricardo Saud, da J&F, que totalizaram cerca de R$ 3,8 milhões. O destinatário dos valores seria Renan.

Leia mais: Exclusivo: o 'inquérito do fim do mundo' foi usado para apurar secretamente se a Lava Jato tinha ministros do STF na mira
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 38 comentários
TOPO