PGR: GEDDEL USOU IMÓVEIS PARA LAVAR 12 MILHÕES, INCLUSIVE O 'LA VUE' DENUNCIADO POR CALERO

Na denúncia protocolada ontem no STF, a PGR acusa Geddel, Lúcio e Marluce Vieira Lima de usarem diversos imóveis para lavagem de dinheiro de origem ilegal.

O trio adquiriu sete apartamentos por meio de empresas de Luiz Fernando Machado da Costa Filho, que atuou como laranja.

Um dos imóveis é o famoso apartamento no edifício La Vue ladeira da Barra, pivô da crise que levou à queda de Geddel do governo Temer. Marcelo Calero denunciou as gestões de Geddel para obter autorização do Iphan para o empreendimento.

Além do perdimento dos R$ 51 milhões e do pagamento de mais R$ 51 milhões por dano mora, a PGR pediu o sequestro dos R$ 12,8 milhões usados para a compra desses bens.

Abaixo, os recibos apresentados espontaneamente pelo empresário, que decidiu colaborar com o Ministério Público:

Comentários

  • DeprêRio -

    Em Niterói, tem um caso bem similar a esse há muitos anos, próximo ao MAC.

  • Profundezas -

    A VELHA É A VOVÓ METRALHA!!

  • zeca -

    O meu kuzinho está só aguardando uma rola de Natal!

Ler 31 comentários