ACESSE

PGR quer investigar deputado por pagar aluguel para genro

Telegram

Raquel Dodge pediu ao Supremo para investigar o deputado Francisco Chapadinha (Podemos-PA) por uso de verba da Câmara para alugar um imóvel de seu genro.

A Procuradoria Geral da República suspeita de desvio — por mês, o parlamentar pagava R$ 4,2 mil para instalar no imóvel seu escritório político em Santarém.

O órgão diz que o valor é superfaturado, já que existem casas próximas alugadas por menos de R$ 2 mil e que o local parece incompatível com a atividade parlamentar. Veja:

O último golpe de Eunício Oliveira. No seu bolso. Leia mais

Comentários

  • Paulo -

    OK. E as denuncias dos Palocci quando vcs irão tratar???

  • MAGNALDO -

    Nada justifica o excessivo número de parlamentares nem a verba de representação para contratar auxiliares que devem ser funcionários concursados da Câmara/Senado

  • Chrisoula -

    A verba da Câmara deveria passar por uma séria AUDITORIA !

Ler 8 comentários