PGR recorre ao STF para evitar fim do auxílio-moradia

Raquel Dodge protocolou mais cedo no STF um recurso contra o fim do auxílio-moradia para integrantes do Ministério Público.

Segundo a PGR, o MP não é parte no processo que estava com Luiz Fux e não poderia ser atingido pela decisão do ministro. No caso dos procuradores, a questão do auxílio é discutida na ADI 5.645.

Mais cedo, Dodge enviou uma mensagem pessoal aos colegas justificando sua medida. O Antagonista reproduz o texto na íntegra:

_Caros colegas,

Acabo de interpor agravo à decisão que impôs obrigações ao Ministério Público em ação originária da qual não é parte. Refiro-me à AO 1773-DF em que juízes federais requereram auxílio- moradia. Recorri da decisão porque entendo que o Ministério Público não pode ser afetado por ela.
A propósito, tive longa reunião com a Conamp, Anpr e AMB, conversei com o Presidente do CNPG, além de já ter conversado com o Relator e o Presidente do STF. Os próximos passos incluem uma reunião, que convoquei para hoje, ao retornar do Rio de Janeiro, com os Procuradores Gerais do MPU.

Não obstante à apresentação do agravo, estou em contato permanente com o presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça para solucionar este impasse, em benefício da carreira.

Aproveito a oportunidade para informá-los que, em que relação ao reajuste de 16,38% , já sancionado pelo Executivo, as providências para implementação já estão em curso.

Cordialmente,

Raquel Dodge._

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 112 comentários
  1. A cara de pau dos funcionários públicos do alto escalão não tem limite. O Estado falido, cidadãos desempregados e os serviços públicos de qualidade lastimável não impede legislar em causa pr

  2. VERGONHA. Esse é o nosso Judiciário Vermelho que diz “LUTAR” contra a Corrupção. Além de muitos serem igualmente corruptos como( JANOT e MULLER), tentam manter PRIVILÉGIOS NABABESCOS e IMORAIS

    1. Toda a CORRUPÇÃO que tivemos nos últimos 100 anos, não chegam nem a 10% do que “GASTAMOS” com Servidores Públicos do Judiciário, Legislativo e Executivo e seus AUXÍLIOS, PRIVILÉGIOS e MAMATA

  3. Eu penso que a solução é mesmo uma interrupção temporária desta pseudo democracia. Neste tempo, refaz-se o congresso, a câmara cs/250 dep. vereança gratuita, novo supremo, dispensa 30% funcion

  4. Nossa esta Raquel é uma vigarista, continuar mamando uma pela de uma grana ilegal e imoral, esta gente não pensa um segundo no povo brasileiros, e então passam de devotos beijando padrecos , fingid

  5. O Senado c/seus bilhões envia á Coreia do Norte 3 senadores em fim de mandato. Para que? Por que? Envia Requião, Graziotin , Valadares, para Dubai, para que? O que estes quase ex senadores vão faz

  6. O “senso de justiça” dos operadores da lei (membros da justiça, dos MPs e outros) se aplica apenas aos outros, nunca a eles próprios. Ministra Dodge, os novos tempos também incidem sobre a Senho

  7. No futuro,que estes sejam devidamente enquadrados em improbidade administrativa, conduta corporativista com devolução dos bens fraudulentamente amealhados apesar da crise que eles mesmos produziram.

  8. Já passou da hora de uma assepsia geral em todos os níveis e em todos os poderes. Todos querem o “bônus”, ninguém quer o “ônus”, ou seja, o contribuinte que não tem opção sempre arca com

  9. Hoje o estado é inimigo da sociedade. Numa inversao total de valores a sociedade existe para ser “ordenhada” por estes agentes. A pergunta é: Como vamos (a sociedade) resolver isto?

  10. Ordinária! Enquanto isso o povo sem emprego, sem os serviços essenciais e rezando para que chegue 2019 quando essa raça miserável terá de apresentar serviços ou vão cair nas mãos do povo.

  11. Pensam que porque passaram em concurso tem o direito de abusar dos pagadores de impostos, o mérito de passar no concurso é conseguir o emprego, e de servidor publico, não é premio de loteria.

  12. Quem essa IDIOTA pensa que é??? Será que ela acha que o contribuinte irá manter essa PUTARIA da PGR e do JUDICIÁRIO indefinidamente??? Cuidado senhores, a Revolução Francesa começou assim!!!

  13. Se algo “inesperado”, não for feito, nós três primeiros meses de Governo, Bolsonaro será ESMAGADO facilmente, com o apoio do ignorante povo brasileiro. Infelizmente não posso entrar em detalhes

  14. 13 Milhões de desempregados no setor privado, e no setor PUBLICO quantos???? ZEROOO eu disse ZERROOO. É justo a maioria da populção bancar uma minoria? é moral? isso é uma democracia???

  15. Muitas benesses, vantagens, penduricalhos, auxílios, mordomias, privilégios e regalias, é só isso que interessa aos três podres poderes. Tudo isso precisa mudar. Lava Toga no Judiciário!!!

    1. A canalhice começa no topo e vai até o funcionário mais modesto. Conheço funcionária do Judiciário do RJ que mora em Juiz de Fora e que vai uma vez por semana “trabalhar” em Petrópolis.

  16. A Dilmanta e o PT diziam que a culpa da saúde do Brasil era dos médicos. Mas quem realmente afunda o país são os bacharéis ADEVOGADOS em todos os seus níveis: juiz, ministro, procurador, etc…

    1. Judiciário e MP são dois cancros que acabam com o Brasil . Seus integrantes são canalhas, no mínimo são prevaricadores.

  17. O Ministério Público não é parte do processo mas beneficiário do aumento dos ministros do STF, quer ficar com a parte boa e cuspir a parte ruim. Judiciário só corre atrás dos penduricalhos.

    1. Paulo. Gosto de seus comentários, sempre coerentes… Só trocaria “país”, por povo. Me refiro, a massa ignorante, um oceano extenso e profundo…

  18. A coisa é fácil de decidir. Juiz ou promotor que estiver trabalhando fora do seu domicílio, que recebe o auxílio. eu disse fora do seu domicílio, que não dê pra ir e voltar pra casa.