ACESSE

PGR rescinde acordo de Wesley Batista

Telegram

Em nota, a PGR informou que decidiu rescindir os acordos de colaboração premiada de Wesley Batista e do diretor jurídico da J&F, Francisco de Assis e Silva.

“A providência foi tomada no âmbito de um procedimento administrativo e é decorrente da constatação de que, assim como Joesley Batista e Ricardo Saud –que já tiveram os acordos rescindidos–, os dois descumpriram os termos da colaboração ao omitirem, de forma intencional, fatos criminosos dos quais tinham conhecimento no momento do fechamento dos acordos firmados com o Ministério Público Federal”, escreveu Raquel Dodge.

A rescisão significa que Wesley e Assis perdem os benefícios negociados, mas não invalida as provas que eles tiverem apresentado. A decisão de Dodge foi enviada ao STF para homologação.

 

Comentários

  • LUCAS -

    – (APROVEITA E ENGOLE ESSES TRACINOS IDIOTAS) ‘não invalida as provas’ . Nem as provas de CONFISSÃO que fizeram . kk k k k k k k . Vão ter que pagar 2.000 anos de prisão . Mas suspeito que o CINISMO vai imperar – (O REI DOS TRACINHOS RIDÍCULOS E SEM SENTIDO)

  • Irmãos -

    Testas de Ferro da ORCRIM para assaltarem o BNDES os Irmãos SemLey da JBS achavam que poderiam dar o beiço, dar um "Banho" nos Patrões e saírem com a Baba Preta, limpinha para o Exterior ! Mafia que se presa queima testa de ferro assim ! O fim dos irmãos sem Lei está selado ! Em nova delação premiada deverão entregar Janota e Fachim no Episódio daquela Anistia INDECENTE !

  • Fernando -

    Decisão correta, essa dupla ja mostrou que não tem palavra. Como acreditar em bandido que fala mentira até na delação premiada.

Ler 52 comentários