Picciani, Paulo Melo e Albertassi querem continuar mandando na Alerj

Os três ex-todo-poderosos da Alerj — dois deles presos (Paulo Melo e Edson Albertassi) e um em prisão domiciliar (Jorge Picciani, que ainda aparece no site da Assembleia como presidente) — não querem largar o osso.

O Antagonista apurou que, por meio do deputado estadual do MDB reeleito Márcio Canella, o grupo trabalha para manter no comando da Assembleia em 2019 o petista André Ceciliano, presidente em exercício, também reeleito no último domingo.

Ceciliano já teria mais de 30 votos de 13 partidos.

Tem candidato trocando de fantasia no 2º turno. Veja AQUI

Comentários

  • JAIR -

    Comam mherda, cariocada... comam...

  • Mauro -

    É muito triste ver que como o Lula ladrão, outros também ainda comandam suas quadrilhas diretamente das cadeias do país! Como acabaremos com o crime organizado se ninguém acaba com essa pouca ver

  • Pedro -

    O deputado estadual André Ceciliano não tem nenhuma ligação com o Picciani. Ele fez una excelente gestão e o trabalho tem que continuar

Ler 46 comentários