Picciani, Paulo Melo e Albertassi querem continuar mandando na Alerj

Os três ex-todo-poderosos da Alerj — dois deles presos (Paulo Melo e Edson Albertassi) e um em prisão domiciliar (Jorge Picciani, que ainda aparece no site da Assembleia como presidente) — não querem largar o osso.

O Antagonista apurou que, por meio do deputado estadual do MDB reeleito Márcio Canella, o grupo trabalha para manter no comando da Assembleia em 2019 o petista André Ceciliano, presidente em exercício, também reeleito no último domingo.

Ceciliano já teria mais de 30 votos de 13 partidos.

Tem candidato trocando de fantasia no 2º turno. Veja AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 46 comentários
  1. É muito triste ver que como o Lula ladrão, outros também ainda comandam suas quadrilhas diretamente das cadeias do país! Como acabaremos com o crime organizado se ninguém acaba com essa pouca ver

  2. A propósito os Conselheiros do TCE/RJ continuam conselheiros. Em 10 anos o TCE/RJ não viu nada e o Estado afundou. Pra que serve essa merda? Pra roubar junto? Povo brasileiro e do Rio nao merece iss

  3. Nota Deputado Canella: Seria bom o site investigar os postulantes a Presidente da Alerj e os relacionamentos de cada um deles com os governos atuais e passados, e tirar suas próprias conclusões.

  4. Nota Deputado Márcio Canella: Na ALERJ como todo Deputado eu só tenho um voto e declarei meu voto no André Ceciliano porque ele assumiu a Presidência num momento difícil e conduziu muito bem a Ca

  5. Acabam pedindo penico ao Exército ao reinar o caos. O RJ foi entregue ao narcoterrorismo, às traças e às baratas. Com tantos programas de pesquisa e pós-graduação, tira ZERO em governo!

  6. Nota do Deputado Márcio Canella: Estranho esta matéria, porque quando entrei no MDB os deputados citados estavam afastados. Na Alerj como todo Deputado Estadual eu só tenho um voto

    1. Nem o próprio Marcio Canella confirma a matéria… Cada vez mais estranho! Não seria esse André o Correa, do DEM?

    1. Wanderlei, não procede essa informação! O Canella que é do partido do Picciani. Isso é pra confundir a gente. Pelo visto, o Picciani não quer é o Ceciliano, que abriu várias CPIs na casa.

  7. Diogo, é preciso verificar! A informação que tenho da assessoria da casa é outra: quem teria o apoio de Picciani e Cia. é o Deputado André Correa. Acho que você errou de André, amigo. Verifiqu

  8. Claro. Num estado aonde o crime impera em todos os níveis, ñ haveria de ser diferente. Nem sei como o Romário ñ foi eleito… Esses figuras dantescas são bem a cara do carioca atual.

    1. Se for analisar direitinho a gestão de André Ceciliano na Alerj, o que se teve é abertura de CPIs, avanço nos pedidos de informação e avanço em pautas paradas há décadas na casa. A matéria e

    1. Terrorista asquerosa…!!! Benedita da Silva, outra, filha da mãe, quis fazer correr o sangue dos brasileiros, isso não perdôo, suja!!!

  9. essa vagabundagem vai acabar quando o bolsonaro entrar. Leis duras que metam essa corja toda em cana numa porra dum PRESÍDIO por 10, 20, 30 anos. Chega de prisão domiciliar e outras vigarices