MPF: 'Pimentel tinha estrutura paralela de campanha'

O ministro Herman Benjamin, do STJ, retirou o sigilo da denúncia do MPF contra o governador Fernando Pimentel por crimes de omissão e falsidade na prestação de contas da campanha eleitoral de 2014.

Na peça apresentada em março, o Ministério Público acusa Pimentel de omitir o repasse de R$ 3,2 milhões de empresas dos grupos JHSF e Gomes de Almeida.

“Ao lado da campanha oficial (tanto de responsabilidade do candidato, quanto do partido) corria uma estrutura paralela de arrecadação de fundos e custeio de despesas”, escreveu o ministro.

 

Comentários

  • Ricardo -

    Esquerdistas roubam mais, desde os grandalhões como o radicalíssimo PT e o baba ovo da direita PSDB aos minúsculos radicalíssimos PC do B e PSOL, levam dinheiro do povo pra casa e socializam com familiares. Esqueci do gigante double-face MDB(PMDB)!

  • Pimentel -

    Palácio das Artes: antro de oba-oba. Desde que esse picareta assumiu o poder e indicou incapazes para os respectivos cargos administrativos.

  • Zeca -

    Enganaram vc e ainda vão fazer denovo. (Chorão) Político e cerol fininho(Bezerra da Silva) corta e vc nem sente. Brasileiro povo gado manso.

Ler 27 comentários