Pivô da demissão coletiva na Lava Jato de SP tirou inquérito de Temer da força-tarefa

Pivô da demissão coletiva na Lava Jato de SP tirou inquérito de Temer da força-tarefa
Foto: Alan Santos/PR

Pivô da demissão coletiva da Lava Jato de São Paulo, a procuradora Viviane Martinez tirou do acervo da força-tarefa o inquérito que investiga os supostos pagamentos de propina feitos pela Odebrecht a Michel Temer, diz a Crusoé.

Segundo a investigação, o ex-presidente teria recebido ao menos R$ 1,4 milhão da empreiteira por meio do amigo João Baptista Lima Filho.

Apesar das provas obtidas pela PF — como planilhas, áudios e mensagens — Viviane Martinez entendeu que o caso de Temer não tinha conexão com a operação e o redistribuiu para outro procurador do Ministério Público Federal. Essa foi uma da medidas da procuradora que desagradaram os integrantes da força-tarefa.

Leia a nota completa aqui.

Leia mais: HEBE CAMARGO E A ODEBRECHT, por MARIO SABINO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 69 comentários
TOPO