Pizzolato não quer pagar, ministro

Depois de mandar Henrique Pizzolato para casa, o ministro Luís Roberto Barroso explicou que só concedera a liberdade condicional depois de se certificar que o ex-diretor do BB atendia a todos os requisitos necessários para a concessão do benefício — o que inclui o pagamento da multa de R$ 2 milhões imposta na condenação do mensalão.

“A minha parte eu fiz: exigi que comprovasse estar pagando a multa à qual foi condenado”, disse Barroso, em nota enviada a O Antagonista.

Já instalado em casa, Pizzolato não quer mais pagar.

Comentários

  • Aziz -

    Há! Agora é o ministro que tá recebendo multa? Ou o STF?

  • matus-além -

    Barroso,...ô Barroso... Como é que vc confia em palavra de ladrão ? O cara te deu uma volta... Barroso, presta atenção no serviço, meu garoto !!..

  • Renato -

    STF se depender deles nos cidadão de bem estamos fdds.essa e a verdade.

Ler 58 comentários