ACESSE

Pizzolato tenta driblar Barroso com novo pedido de indulto ao STF

Telegram

Condenado no mensalão, ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato apresentou um novo pedido de indulto ao Supremo.

Ele já teve o benefício negado por Luís Roberto Barroso em 2018, mas agora tenta driblar a decisão do ministro. Apresentou um habeas corpus, distribuído por sorteio a Luiz Fux.

Pizzolato, em liberdade condicional desde 2017, quer extinguir de vez a pena de 12 anos de prisão, com base no indulto de Natal de Michel Temer que perdoou crimes de colarinho branco.

O decreto de Temer foi suspenso em 2018, mas revalidado pelo plenário do Supremo no ano passado — daí o novo pedido.

Se conseguir o perdão, ele também deixa de pagar R$ 3 mil cobrados mensalmente de multa pela condenação.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

  • DAISY -

    Que farra essa!!!

  • Jose -

    Qual o papel do stf, laxante de bandido

  • Wanderlei -

    Ora, e por que não! Está uma zona mesmo esse stf todo e qualquer corrupto merece tratamento vip pela morcegada.

Ler 16 comentários