Pizzolato tenta driblar Barroso com novo pedido de indulto ao STF

Pizzolato tenta driblar Barroso com novo pedido de indulto ao STF
_IDA8144.JPG BSB DF 30 08 2017 NACIONAL HENRIQUE PIZZOLATO - EXCLUSIVO EMBARGO Ex diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolatto condenado no processo do mensalao, e visto no horario de almoco durante seu primeiro dia de trabalho na radio OK FM, no SRTV Sul . NA FOTO FOTO:DIDA SAMPAIO

Condenado no mensalão, ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato apresentou um novo pedido de indulto ao Supremo.

Ele já teve o benefício negado por Luís Roberto Barroso em 2018, mas agora tenta driblar a decisão do ministro. Apresentou um habeas corpus, distribuído por sorteio a Luiz Fux.

Pizzolato, em liberdade condicional desde 2017, quer extinguir de vez a pena de 12 anos de prisão, com base no indulto de Natal de Michel Temer que perdoou crimes de colarinho branco.

O decreto de Temer foi suspenso em 2018, mas revalidado pelo plenário do Supremo no ano passado — daí o novo pedido.

Se conseguir o perdão, ele também deixa de pagar R$ 3 mil cobrados mensalmente de multa pela condenação.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia
Mais lidas
  1. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  2. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  3. Huck 2026?

  4. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

  5. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários
TOPO