ACESSE

Planalto avalia retirada de brasileiros da China

Telegram

Jair Bolsonaro já disse que descarta a possibilidade de mandar um avião da FAB à China para trazer os brasileiros que estão em Wuhan, epicentro do surto de coronavírus.

Fontes do governo ouvidas pelo Estadão alegam problemas diplomáticos, jurídicos e orçamentários.

Todos as possibilidades sobre a retirada dos brasileiros, porém, são avaliadas diariamente pelo Palácio do Planalto e pelo gabinete de crise montado no Ministério da Saúde.

A NOVA CHANCE DO '02' NA GUERRA DA COMUNICAÇÃO. Saiba mais

Comentários

  • Débora -

    O Antagonista tornou-se a mídia q tanto criticava. Perdeu a credibilidade totalmente.A FONTE É UMA FONTE NÃO PRIMÁRIA DO ESTADÃO???? Deviam ter vergonha! Por isso cancelei a renovação de assinatura!!!

  • Sonia -

    Para o amigo picareta demitido e readmitido ,não teve problema orçamentário ,para quem paga impostos e sustenta essa farra sobra grana

  • Marcelo -

    Sugestão: como passear de jatinho da FAB é farra livre para os três poderes, os Bozofilhos deveriam convocar todos os amigos topzeras, tipo o Vândalo do BNDES, para buscar as famílias.

Ler 47 comentários