Planalto demite auxiliar de Onyx

Telegram

O Palácio do Planalto demitiu Pablo Tatim, auxiliar de Onyx Lorenzoni. A exoneração, publicada hoje em edição extra do Diário Oficial, foi antecipada por O Antagonista na semana passada.

Ligado à bancada evangélica, Tatim é investigado em um processo administrativo no Ministério do Trabalho –investigação compartilhada com a PGR antes da extinção da pasta.

Ele foi coordenador jurídico do gabinete de transição de Jair Bolsonaro.

Comentários

  • Carlos -

    é preciso trazer mais noticias comprovadas ao invés de noticias da folha de são PAULO, que ao meu ver é totalmente tendenciosa, pois diversos jornalistas daquela empresa se declaram totalmente pet

  • Lucas -

    Barry, oSalles já explicou isso ai.

  • Barry -

    Estranho: Demite gente sendo investigado, mas nunca o ministro do turismo nem o Ricardo Salles, que já foi condenado na justiça.

Ler 21 comentários