Planalto espera aval de Congresso para liberar R$ 6 bi em obras de Marinho e Centrão

Planalto espera aval de Congresso para liberar R$ 6 bi em obras de Marinho e Centrão
Foto: Marcos Corrêa/PR

O Planalto espera liberar na próxima semana R$ 6,1 bilhões para as obras de Rogério Marinho, Tarcísio Freitas e caciques do Centrão.

Trata-se de uma promessa de Jair Bolsonaro, que confiou a Paulo Guedes a tarefa de promover um remanejamento orçamentário na Esplanada para favorecer os aliados.

A proposta de mudança nos orçamentos foi entregue pelo governo ao Congresso no início do mês. Para o PLN 30/2020 ser votado, porém, é preciso que os parlamentares analisem antes todos os vetos de Jair Bolsonaro a projetos de lei.

A sessão do Congresso está marcada para a próxima quarta-feira (4).

O remanejamento retira dinheiro da Educação (1,5 bilhão), da Economia (R$ 620 milhões) e da Defesa (R$ 330 milhões), entre outras pastas.

Já os ministérios mais beneficiados são o do Desenvolvimento Regional (R$ 2,8 bilhões) e de Infraestrutura (R$ 1,3 bilhão).

A tabela abaixo mostra, na coluna “suplementação”, quanto cada ministério ganhará com o remanejamento. A coluna “origem dos recursos” representa quanto cada pasta perderá. Veja:

Leia mais: O que a Crusoé revelou sobre o currículo de Kassio Marques.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários
TOPO