ACESSE

Planalto não fará esforço para evitar queda de MPs

Telegram

O Palácio do Planalto não faz muitos esforços para evitar que duas medidas provisórias caduquem amanhã.

Integrantes do primeiro escalão acreditam que a MP que antecipou a primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas do INSS já cumpriu com o seu objetivo, porque o valor foi repassado aos beneficiários em agosto deste ano.

Já a segunda MP, que permite a empresas de capital aberto publicarem seus balanços no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ou do Diário Oficial, em vez de jornais impressos, também deve perder a validade.

Neste caso, o Planalto percebeu que há indisposição do Congresso em aprovar a medida contra a imprensa e preferiu recuar.

Toffoli x Gebran. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Rogério -

    E o povo paga a conta. Simples assim.

  • EDUARDO -

    O Planalto tem obrigação de defender seus vetos. Se não vira palhaçada além de prova de fraqueza.

  • Edelson -

    PROVA DE IRRESPONSÁBILIDADES DO EXECUTIVO COM O PAIS.

Ler 34 comentários