Planos de saúde na mira da Lava Jato

O Antagonista, dois dias atrás, publicou que a Qualicorp contratou a G4, de Lulinha.

Não foi por acaso.

Depois dos depoimentos de Delcídio Amaral, os planos de saúde devem entrar para a lista de investigados da Lava Jato.

Ele disse, segundo a IstoÉ:

“Com a decadência dos empreiteiros, as empresas de plano de saúde e laboratórios tornaram-se os principais alvos de propina para os políticos e executivos do governo”.

Por isso mesmo, continua a reportagem, “especial atenção deve ser dada à ANS e ANVISA, cujas diretorias foram indicadas pelo PMDB do Senado, principalmente Eunício Oliveira, Renan Calheiros e Romero Jucá”.