A plataforma de R$ 32 milhões

Jair Bolsonaro renovou os contratos da Isobar e da TV1, que cuidam das mídias digitais da Presidência da República.

Elas vão receber 32 milhões de reais por ano.

Considerando o volume de trabalho para tentar reverter os estragos causados pelos tweets presidenciais, vai faltar dinheiro.

Comentários

  • Valdir -

    Elas não receberão R$ 32 milhões. Sejam honestos de uma vez (basta ler os editais de licitação)! Elas gerirão esses recursos, dos quais mais de 90% vão para os veículos de comunicações onlin

  • Almanakut -

    O Governo, as estatais e os órgãos públicos tem que sair da rede social do pilantra Facezuck.

  • marcelo -

    absurdo

Ler 67 comentários