PM do Rio gasta R$ 28 milhões com afastamentos psiquiátricos

A PM do Rio de Janeiro fez um levantamento das despesas provocadas por mortes e feridos na corporação.

Segundo Ancelmo Gois, em O Globo, apenas com afastamentos do trabalho por questões psiquiátricas os custos chegaram, no ano passado, a R$ 28.764.444,78.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Marco disse:

    É um dado preocupante ! São filhos, filhas, namorados, maridos, mães, pais, esposas. Brasileiros fardados que morrem à tiros de uma vez, ou doentes, um pouco à cada dia.

Ler comentários
  1. Mário, é você? disse:

    Vá trabalhar de vigia noturno no Rio de Janeiro. Te fará repensar o post.

  2. RodrigoV disse:

    28 milhões é nada perto da ROUBALHEIRA ocultista de Brasília -- a cidade abominável. . Ser "otoridade" no Rio de Janeiro, destruído pelos conspiradores sebosos e imundos -- aos quais vocês [Antagolpistas] servem -- não deve ser nada fácil.

  3. NERO disse:

    MAIS DE 78.000/DIA...NÃO TEM ALGO ERRADO NÃO ? NINGUÉM NUNCA FOI CONFERIR ESSA CONTA ?

  4. Arquimedes disse:

    Isto é uma coisa normal no serviço público. Basta vc chegar num médico e dizer que está estressado no trabalho para ganhar uma licença de 30 dias. Vi muito disso quando fui chefe.

  5. Tatiana disse:

    Ser PM no Rio é pensar que pode ser a próxima vítima. Difícil manter saúde mental.

  6. Cidadão indignado! disse:

    Este custo devia ser deduzido dos salários/benefícios de nossos ilustres governantes! E o mesmo devia ser feito em relação a saúde e educação.

  7. BOLSONARO 2018! disse:

    - Também, um PM morto a cada 3 dias, o próximo pode ser qualquer um. PT, PMDB e PSDB destruíram a autoridade das polícias brasileiras e deixaram os bandidos deitarem e rolarem! POR ISSO, ESSA CORJA, nunca mais!

    1. RETARDADO, A MAIOR FACÇÃO NASCEU EM PLENA DITADURA

    2. Retardado, a maior facção nasceu em plena ditadura militar

  8. café com leite disse:

    Já subiu para 63 o número de policiais mortos assassinados no RJ, de janeiro a junho deste ano, fora os feridos... a cidade e o estado do Rio estão física e mentalmente doentes (pensando melhor, o país inteiro).

  9. Que Gastem 1 Bilhão!!! disse:

    Essa Política ESQUERDISTA de Combate a Criminalidade, só traz Prejuízos. Aliás, toda forma de política Esquerdista sempre gerou apenas prejuízo. O Policial tem um dilema, criado pelos esquerdistas da Política, do Judiciário e da Imprensa, entre "atirar e ir pra cadeia" e "não atirar e morrer"

  10. Whatchman disse:

    Nossas polícias sofrem nas mãos dos maus governantes e a população sofre a consequência da falta de segurança.

  11. Cris disse:

    Está achando muito? Veste uma farda e encara o que eles tem que encarar todos os dias...

  12. Márcio disse:

    Pela atual realidade das condições de trabalho dos policiais não só do Rio de Janeiro, mas no Brasil, esse valor é uma pechincha, o que demonstra como os policiais são tratados como produtos descartáveis e de rápido perecimento!