ACESSE

Podemos defende prorrogação de coronavoucher de R$ 600

Telegram

O líder do Podemos na Câmara, Léo Moraes, defende que o governo prorrogue o pagamento do coronavoucher até dezembro, mantendo o valor de R$ 600.

Segundo o parlamentar, há R$ 220 bilhões parados em fundos públicos infraconstitucionais que poderiam ser utilizados para custar o auxílio emergencial.

“Minha proposta é que o governo utilize esse dinheiro para custear a ampliação do auxílio emergencial, em vez de usá-lo para pagamento de juros da dívida. O mercado financeiro sobrevive, as famílias que perderam empregos, não.”

Como mostramos, Jair Bolsonaro já bateu o martelo. O coronavoucher deverá ser estendido até dezembro, com parcelas de R$ 300.

O anúncio do novo valor deve ser feito na próxima semana. O governo terá de enviar uma medida provisória para o Congresso, que poderá fazer alterações nas parcelas.

Leia mais: Por que os depósitos de Queiroz para Michelle Bolsonaro NÃO foram incluídos na investigação da 'rachadinha'? Estratégia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários