ACESSE

Pois é, o Facebook não gostou da "contribuição ao mundo civilizado" do STF

Telegram

Ao recusar-se a tirar do ar os perfis dos bolsonaristas no exterior, como determinou Alexandre de  Moraes, o Facebook mostrou que não acredita que o mundo civilizado precise dessa contribuição brasileira, como disse Gilmar Mendes a respeito do inquérito das fake news, o mesmo que censurou a Crusoé e O Antagonista.

Como disse a empresa, trata-se de precedente perigoso. Imagine-se a Justiça russa ordenando que se tire perfis de oposição a Vladimir Putin no exterior. Ou a Justiça húngara fazendo o mesmo em relação a perfis contrários a Viktor Orbán. Não dá.

Só existe limite à liberdade de expressão dentro do império da lei — e o inquérito das fake news não é constitucional, ainda que o STF o tenha constitucionalizado. Está longe de ser uma “contribuição ao mundo civilizado”, como disse Gilmar.

Leia mais: Foro privilegiado: o STF dividido de novo

Comentários

  • ROGERIO -

    Quem pode pode. A China manda tirar perfis de personas non gratas fora do pais e é imediatamente atendida

  • Nestor -

    Gilmar vende-sentenças que se foda!!!!!

  • Paulo -

    Este STF capacho de corruptos poderosos que nomeiam seus membros, construtor e mantenedor desta República selvagem e corrupta nada tem a contribuir com a civilização. Este STF eh a barbárie.

Ler 52 comentários