Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Polícia Civil em MG indicia 11 funcionários da Backer por contaminação em cerveja

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou onze funcionários da Backer por causa da intoxicação por dietilenoglicol em cervejas da marca. Entre os crimes, estão lesão corporal, contaminação de produto alimentício e homicídio. As informações são do G1.

O inquérito foi concluído com 29 vítimas criminais, segundo a Polícia Civil. Sete delas morreram. Outros 30 casos ainda serão analisados.

Segundo o delegado Flávio Grossi, a Polícia Civil conseguiu comprovar a existência de um vazamento no tanque de cerveja. O vazamento começou em setembro de 2019, quando foi adquirido o tanque JB10, que foi onde a polícia concentrou seus esforços, por ter demonstrado alta concentração da substância.

Em janeiro, O Antagonista revelou em primeira mão que peritos da Polícia Civil encontraram dietilenoglicol em amostras da cerveja Belorizontina.

Segundo a Anvisa, o dietilenoglicol, ou DEG, é um solvente orgânico altamente tóxico que causa insuficiência renal e hepática, podendo inclusive matar quando ingerido.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO