ACESSE

Polícia do DF encontra base de grupos bolsonaristas e mira financiadores

Telegram

A Polícia Civil do DF realizou buscas em um chácara que era utilizada como um centro de operações de grupos bolsonaristas, como os “300 do Brasil” e os “Patriotas”.

Inicialmente, a operação foi autorizada porque o dono do espaço, o empresário André Luiz Bastos Paula Costa, havia feito ameaças ao governador Ibaneis Rocha.

No local, entretanto, foram encontrados fogos de artifício, anotações com planejamento de ações, notas fiscais, cartazes, celulares, um cofre e um facão.

Em coletiva, o delegado responsável pelo caso, Leonardo de Castro, afirmou que os itens apreendidos poderão abrir nova linha de investigação para identificar os financiadores dos movimentos.

“Ontem foram apreendidas várias notas fiscais organizadas e com anotações de forma a aparecer uma prestação de contas. Através disso pode ser que iniciaremos uma linha de investigação para chegar a essas financiadores.”

E acrescentou:

“Até agora, o que se apurou é que o dono do imóvel é um empresário de Goiânia e integrante desses grupos, que inclusive vem emitindo declarações ameaçadoras e injuriosas em redes sociais. Isso pode ser um indício de que ele seja um dos financiadores do grupo, justamente por disponibilizar esse imóvel para o grupo realizar suas ações.”

Leia mais: O que Moro pensa sobre o Brasil? Clique e saiba mais

Comentários

  • Daniel -

    Putz, os caras vão fechar o congresso com um facão, tá feio a coisa mesmo...rsrsrs

  • Nestor -

    kkkkkkk fogos de artificio...facão...garfo...colher...QUE VERGONHA!!!!

  • Uirá -

    O Brasil realmente é um país SUI GENERIS, enquanto desviam MILHÕES com o COVIDÃO, BAGO de Moraes e Cia LTDA estão ESTUPRANDO a CONSTITUIÇÃO para achar até “FINANCIAMENTO” pelos ANÚNCIOS do Google.

Ler 45 comentários