Polícia do Rio investiga aplicação de 'vacina de vento' em 3 cidades

Polícia do Rio investiga aplicação de vacina de vento em 3 cidades
Foto: pashminu/Pixabay

Após a divulgação de imagens na internet, a Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu investigação para apurar a suposta falsa aplicação de vacinas contra a Covid-19 —apelidadas de “vacinas de vento”— em diferentes cidades do estado.

Relatos apontam para a prática, quando o líquido do imunizante não é injetado na pessoa que deveria estar sendo vacinada, na capital fluminense, na vizinha Niterói e em Petrópolis.

“As suspeitas sempre começam quando familiares de idosos que foram se vacinar estranham o movimento feito pela pessoa que está aplicando a dose”, escreve o Estadão. “Em um dos casos, por exemplo, o profissional de saúde nem sequer aperta o êmbolo da seringa.”

Segundo a Polícia Civil, “se as investigações confirmarem que houve desvio de dose, ou qualquer outra irregularidade, o profissional de saúde poderá ser autuado pelo crime de peculato”, com pena de até 12 anos de prisão.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO